Nessa aldeia você terá a oportunidade de vivenciar a vida dos índios, não sei você mas eu nunca imaginei ter esse tipo de contato, apenas vi isso na escola no dia do índio.


Vou te ensinar como você pode ir até a aldeia por conta própria sem precisar de agência.


1- A aldeia fica entre Porto Seguro e Coroa Vermelha. A entrada é na rodovia mas você precisa andar algo em torno de 2km de estrada de terra (bem sinalizada)


2- A entrada custa 45 reais (quando fui em junho/19, não sei se muda na alta temporada) você pode comprar na hora mas se for alta temporada ou se tiver passando pela Passarela Do Álcool pode comprar na agência de turismo Pataxó
Endereço: Pataxó Turismo
Passarela do Álcool, 50 – Shopping Rio Mar, loja 3 – Centro
Referencia: Ao lado da Igreja N. Sra. do Brasil, no início da Passarela.

Eles tem autorização para vender as entradas. Diga que quer apenas as entradas e que vai por conta própria

3- o passeio começa às 9h e acaba por volta das 13hs


4- você pode ir com um carro alugado ou com o seu se estiver de carro, pode pegar um ônibus local (Brasileiro) que faz Porto Seguro/Coroa Vermelha e vice versa e pedir pra descer na entrada na reserva e caminhar (mas anda um pouco, tem que estar disposto)


5- Pode pedir um Uber pelo app (na aldeia pega internet)


6- No nosso caso pegamos um uber quando chegamos anotamos o celular dele e fechamos a ida de Coroa Vermelha até la e a volta por 50 reais.


De todas essas maneiras você vai economizar mais que indo com agência. Você não precisa de agência porque quem faz a visita guiada são os próprios índios. Por conta você fará o passeio completo com direito a trilha para ver antigas armadilhas, essa trilha o pessoal da CVC por exemplo não fez pois eles foram embora mais cedo


7- Começa com uma pintura no rosto (é diferente entre casados e solteiros) depois vc pode comprar artesanato, conhecer as ocas (sim eles moram em ocas), pode tentar atirar com arco e flecha, comer frutas, conversar com o cacique, e então se reunem em um barracão para contar a história dos índios pataxós.

Depois você fará a trilha pela mata para ver as antigas armadilhas, conhecerá o museu deles, as escolas das crianças, a casa do pajé, pode até comprar as ervas naturais que o pajé usa, pode também se quiser receber uma oração do pajé, participar de uma dança (ritual) e por fim experimentar um peixe feito por eles que é DIVINO!


8- Todo dia 1 de agosto eles fazem uma festa aberta ao publico onde acontece o batismo, casamentos, danças e vários rituais então não deixe de ir se você tiver por lá nessa data.


9- Você pode optar por dormir lá para ter uma vivência completa deles, tem 3 ocas preparadas para turista e tem banheiro, e a noite você participa da roda de histórias (deve ser muito massa na próxima quero ir) acho que custa 180 reais (confirme com a agência pataxó turismo)