Quando eu e meu marido fomos para os Estados Unidos fizemos uma parada no México de 8 horas, como eu sabia desse tempo de espera já fui estudando maneiras de aproveitar para conhecer um pouco da Cidade do México.

Não contávamos com a demora para passar na imigração, então até todo esse processo acontecer nosso tempo de espera caiu para 6 horas e mesmo assim conseguimos fazer um bate e volta do aeroporto até o centro.

Você pode fazer isso usando o Uber mas usamos o Metrobus e foi bem prático, afinal, a promessa é que ele chega até o centro em MEIA HORA, e chega mesmo já que passa por corredores de ônibus, então foi muito prático diante do trânsito caótico da Cidade do México.

Trocamos alguns dólares em Peso para pegar o ônibus e para comer alguns tacos, pois não poderíamos perder essa oportunidade.

O ônibus sai dos dois terminais do aeroporto Benito Juárez, é só sair do terminal que você vai ver os pontos e um mapa do trajeto que ele faz pela cidade.

Compre ali mesmo na máquina seu bilhete e espere ele passar. Só ficar de olho nas paradas, nós descemos no Bellas Artes que fica bem no centro, ali andamos a pé para conhecer o centro, arquitetura, feirinhas, restaurantes. Achei a cidade bem suja e muvucada mas a arquitetura é realmente muito linda. Precisei usar o banheiro e não achei banheiro público, por indicação de uns guardas acabei parando em um lugar bem esquisito, paguei alguns pesos para usar, parecia aqueles lugares de filme de narcotráfico, mas eu estava tão apertada que era o que tinha. Por isso, vá ao banheiro do aeroporto antes de seguir viagem.

Almoçamos por ali mesmo e pegamos o ônibus de volta. O que não prestamos atenção é que são 2 terminais no aeroporto e um fica muito longe do outro, e adivinhem? Acabamos descendo no terminal errado. Tínhamos trocado o dinheiro exato para o rolê e ficamos sem para comprar mais tickets e retornar para o terminal correto. Até que fomos pedir informação e o funcionário perguntou se tínhamos os bilhetes das passagens aéreas e então descobrimos que em posse das passagens poderíamos pegar o ônibus que circula pelos terminais sem ter que pagar.

No final deu tudo certo, chegamos a tempo, já havíamos despachados as malas quando passamos pela alfândega, pegamos nosso café no Starbucks e embarcamos para nosso destino final. Foi incrível mesmo que por poucas horas ter conhecido um pouco da Cidade do México, um destino que seria apenas uma conexão, acabou virando um roteiro na nossa viagem de lua de mel.